¡Hola! ¿Cómo te va?

Como se sabe, a língua falada é dinâmica e está em constante mudança. As gírias, assim como as demais variações linguísticas cada vez mais fazem parte do vocabulário de qualquer língua.

Hoje, vamos ver a palavra chévere, que tem seu uso em vários países de língua latina, desde a Venezuela até a Argentina. Alguns dizem que sua origem se deu em Caracas, capital da Venezuela.

Facilmente ela é ouvida nas ruas, e sua origem teria se formado a partir da junção de sílabas das palavras noCHE, VEnezolano e RElación, algo como noite venezuelana para relacionar-se – o que não faz muito sentido com relação ao que ela é realmente usada.

Chévere então é usada quando se quer expressar que algo é "legal", "massa", "bacana". Vejamos alguns exemplos: 

Agora, crie em seu Cuaderno Lexical ou Lexical Notebook uma categoria para o tema, procure usar exemplos reais, pois isso te ajuda a assimilar o conteúdo. Lembre de ouvir os áudios das frases a seguir com bastante atenção na pronúncia, faça isso quantas vezes for necessário.

Dicen que Caracas es el destino más chévere del Caribe. Dizem que Caracas é o destino mais legal do Caribe.

¡Qué chévere! Que legal!

Sería chévere ir al estádio. Seria bacana ir ao estádio.

Que chévere que conseguiste un nuevo trabajo. Que legal que conseguiu um trabalho novo.

A - ¿Hola, como le va? Oi, como você está?

B - ¡Chévere! Tô legal! 


Algumas outras variações são escutadas, como por exemplo: rechévere e cheverísimo, que nada mais são do que uma enfatização de chévere, algo como "muito bom", "muito bacana", "boníssimo" e “bacaníssimo”. Vejam só:

¿Terminaste tu tarea? ¡RechévereTerminou sua tarefa? Muito bom!

Estuvo rechévere la fiesta. A festa estava muito bacana.

Aquella película de la cual están hablando está cheverísimaAquele filme de que estão falando está muito bom. 

"Profe favorito, tú no tienes ningún talento. Sé Chévere.

Profe favorito, y tienes mal aliento. Sé Chévere.

Profe favorito, tú no tienes ningún talento. Sé Chévere.

Profe favorito, en tu té pusimos un insecto. Sé Chévere."

 

Então, a próxima vez em que encontrar alguém que fale espanhol, não hesite, diga: ¡Chévere!

¡Nos hablamos, chao!