É grande o número de pessoas que buscam por qualidade de vida, segurança ou melhores oportunidades profissionais no exterior. Mudar de país, no entanto, não é assim tão fácil e costuma ter um impacto amplo. Em outros países, os brasileiros têm contato com novas culturas, idiomas e com um mercado de trabalho muito diferente do nosso.

Deseja começar uma vida profissional em outro país? Destacamos, abaixo, algumas dicas de como trabalhar fora do Brasil. Com o planejamento correto, fica muito mais fácil se inserir no mercado e agregar novas experiências ao currículo. Siga a leitura e aumente suas chances de garantir uma vaga!


1 - Pesquise muito sobre o país e sua cultura antes de decidir pela mudança 

A diferença cultural entre países é sempre muito grande e é possível que a adaptação no exterior demore alguns meses. Por isso, é importante pesquisar muito sobre o país de interesse antes de concretizar a mudança.

Como são os horários e o formato de trabalho? Sua área é bem valorizada nesse país? Essas são algumas questões que devem ser levadas em consideração na hora de avaliar como trabalhar fora do Brasil para selecionar o melhor destino.


2 – Converse com pessoas que já se mudaram para outro país e conseguiram evoluir profissionalmente

A experiência do outro pode ser a melhor forma de entender uma realidade diferente. O mesmo serve para quem deseja ir para o exterior: ouvir pessoas que já fizeram a mudança é uma forma de se preparar para trabalhar fora do Brasil.

Muitas pessoas afirmam que, apesar das dificuldades iniciais de adaptação, o mercado está muito aberto ao brasileiro. Assim, não custa ter certeza de que há possibilidades reais de crescimento na sua área no país para onde deseja ir.


3 – Vá para o país com o visto de trabalho

É importante trabalhar no exterior de forma legal e, por isso, ir com o visto de trabalho em mãos é a melhor alternativa. É possível adquiri-lo antes de se mudar caso esteja em contato com alguma empresa ou trabalhe em uma multinacional.

Quem opta por entrar no país como turista e dar entrada no visto de trabalho pode demorar um pouco mais para se regularizar em determinados países. Por isso, o melhor é se organizar previamente e reduzir o risco de ter que retornar às pressas para o Brasil.


4 – Treine entrevistas

Quem está buscando uma vaga à distância talvez precise realizar entrevistas por videochamada, usando Skype ou Appear, por exemplo, e conversando em inglês, que é a língua universal, ou na língua originária do país de destino.

 Demonstrar confiança na hora de responder as perguntas e falar sempre a verdade é fundamental. Para isso, treine com amigos ou familiares. Assim, terá mais facilidade em agir naturalmente.


5 – Tenha o domínio do inglês e espanhol

Ao selecionar o país, é fundamental ter conhecimento sobre o idioma que é falado no local. Além do domínio do inglês, que facilita a comunicação na maioria dos países do mundo, se o destino é a Espanha ou os vizinhos da América Latina, por exemplo, pode ser necessário ter também o domínio do espanhol para se inserir no mercado de trabalho.

--

Gostou de saber como trabalhar fora do Brasil? Aproveite e leia outros artigos no blog da inFlux.