Se você acompanha o inFlux Blog, já deve saber que nós sempre reforçamos a importância de aprender o idioma por chunks ao invés de palavras soltas, mas, se você é novo por aqui, vamos te explicar. Chunks são os blocos de palavras mais comuns no idioma, ou seja, as combinações que sempre aparecem juntas. Embora pareça inovador, aprender um idioma pelas combinações de palavras nada mais é do que aprendê-lo de forma natural, assim como aprendemos a nossa língua nativa, pense, quando você era criança não precisou decorar listas de palavras e regras gramaticais para conseguir se comunicar em português, não é mesmo? O aprendizado se deu de forma natural, por convivência, aprendendo blocos de palavras e praticando. Quando uma criança fala algo como “O meu é o mais melhor”, apenas corrigimos o bloco de palavras “O meu é melhor” ao invés de explicarmos qual a regra gramatical que ela precisa saber para falar de forma correta. Ao aprender um segundo idioma por chunks você permite que seu cérebro adquira novos vocabulários de forma natural, como são usados para se comunicar, ao invés de pensar na gramática, que dificulta e torna o processo da comunicação mais lento.

O assunto que vamos abordar hoje é um ótimo exemplo de como é mais fácil alcançar a fluência quando aprendemos por meio dos chunks, pois aqui, não podemos fazer traduções literais do que está sendo dito ou tentar encaixar uma regra.

Você já ouviu falar de conversation fillers em inglês? Conversation fillers ou Conversation gambits são características que acontecem naturalmente no idioma falado, observe as frases abaixo:

Eu tava pensando em, sei lá, dar uma volta por aí.” 

“Parece que, tipo, eles brigaram ou se desentenderam.”

Agora, observe as mesmas frases, sem os fillers:

Eu tava pensando em dar uma volta por aí.”

“Parece que eles brigaram ou se desentenderam.”

Em português, “sei lá” e “tipo” são conversation fillers muito comuns. Como podemos observar nos exemplos, a frase não muda de significado com ou sem eles, porém, no idioma falado, muitas vezes veremos a primeira versão ao invés da segunda já que eles normalmente deixam as frases mais fluídas e naturais. Podemos usar esses fillers como pausas para pensar no que vamos dizer em seguida ou apenas como “complementos” na fala. Então, vamos aprender alguns conversation fillers em inglês, para que seu inglês fique mais natural e parecido com o idioma falado no dia a dia pelos nativos.

Porém, é importante lembrarmos que os conversation fillers são usados de forma informal no inglês falado, assim como no português, e não é indicado usarmos em situações mais formais. Antes de começarmos, abra o seu Lexical Notebook para anotar o que aprender aqui hoje e poder praticar depois, para realmente conseguir usar esses fillers de forma natural, assim como fazemos em português, é preciso revisar o conteúdo e praticar frequentemente para realmente fixá-los. No app você consegue criar seus próprios exemplos e usar os recursos como quizzes e flashcards para praticar.

Perceba como esses fillers não tem uma equivalência exata em português, lembre que eles não fazem diferença no significado direto da frase, mas sim em como ela soa na conversa.

Vamos começar:

like... tipo... / etc.

you know... então... / sabe... / etc.

okay.., so... então... / ta... / ta..., e aí... / e aí... / etc.

I mean... tipo... / etc.

literally sério / juro/ etc.


Veja nos exemplos como usaríamos alguns destes fillers, note como, embora tenhamos colocado algumas equivalências possíveis para cada um deles, poderíamos trocar por outros fillers usados em português que se encaixam no contexto da frase também. Vamos te propor um desafio, leia os exemplos e, se pensar em outro filler em português que poderia ser usado no lugar, manda a frase reescrita com o novo filler pra gente!

Can we, like, finish this later? A gente pode, tipo, terminar isso mais tarde? 

You know, I was thinking about getting a hamster. Então, eu tava pensando em adotar um hamster.

Okay, so, what are we doing tonight? Ta, e aí, o que a gente vai fazer de noite?

I was so shocked, I mean, why would someone say that? Eu fiquei muito chocada, tipo, por que alguém diria isso?

Dude, I was so confused, literally, I didn’t understand a word. Mano, eu tava tão confuso, juro, eu não entendi uma palavra.


Vamos ver mais alguns, não esqueça de ouvir o áudio e repetir em voz alta para também praticar sua pronúncia.

now... ok... / então... / ta.../ etc.

uh... é... / hum... / etc.

um... hum... / etc.

or something sei lá / etc.

sort of / sorta meio que / tipo / etc.

kind of / kinda meio que / tipo / etc.


Veja mais alguns exemplos:

Now, can we change the topic, please? Ok, podemos mudar de assunto, por favor?

What’s the name of that, uh, restaurant you like? Qual o nome daquele, é... restaurante que você gosta?

He’s, um, small and brown, his name is Chopper. Ele é, hum, pequeno e marrom, o nome dele é Chopper.

I think he was trying to be funny or somethingEu acho que ele tava tentando ser engraçado ou sei lá.

I was sort of considering buying a new PC, what do you think? = I was sorta considering buying a new PC, what do you think? Eu meio que tava considerando comprar um PC novo, o que você acha? 

Maybe we can throw an online party, kind of, I’m not sure. = Maybe we can throw an online party, kinda, I’m not sure. Talvez a gente possa fazer uma festa online, sei lá, eu não tenho certeza.


Veja nos próximos exemplos como é comum combinarmos os fillers e usarmos eles juntos, olha só:

You know, we could, like, call her and ask. Então, a gente poderia, tipo, ligar para ela e perguntar.

Now, please make up your mind or something, I’m hungry! Ok, se decida vai, eu estou com fome!

[...] Yeah, and then Iron Man, like, saved everybody, literally[…] Aham, e aí o Homem de Ferro, tipo, salvou todo mundo, sério.

It’s gonna be um, like, a small event, kindaVai ser, hum, tipo, um evento pequeno, sabe.


Lembre-se, a chave do sucesso aqui é a prática, para que você consiga usá-los quando estiver conversando em inglês de forma natural. Para começar a praticar, que tal um desafio? Crie este exemplo no seu Lexical Notebook com os fillers que você achar que se encaixam melhor na frase: “Então, eu tava pensando em, tipo, pedir uma pizza.”

via GIPHY

Se você colocou “You know, I was thinking of, like, ordering a pizza.” ou “Now, I was thinking of, like, ordering a pizza.” acertou! Se seu exemplo ficou diferente, ou se ficou alguma dúvida, manda pra gente que te ajudamos!

Não pare por aqui! Você sabe o que significa “it’s on me” em inglês? Não deixe de aprender!

You know, bye for now, or something...