O que significa by Roberta Navarro

Aprenda como usar “at all” em inglês

O termo at all até que é bem conhecido por aprendizes de inglês, mas será que vocês sabem como usá-lo nas frases? Uma das combinações mais conhecidas é o not at all, como no diálogo a seguir:

Did you like the end of the movie? Você gostou do final do final do filme?

Not at all! It was the worst movie I’ve ever seen. De jeito nenhum! Foi o pior filme que eu vi.

 

at-all-img1.jpg

 

Essa forma de usar o at all não tem segredo: not at all significa de jeito nenhum e ponto final. Mas o at all em outras combinações pode ter uma variação de equivalências bem grande em português. Ele pode significar definitivamente, de qualquer forma, de jeito nenhum, de forma alguma, sem chance, nem um pouco, nada, (não) mesmo, nenhum. Observem as frases abaixo pra entender um pouco melhor como ele funciona:

I don’t like them at all. Eu não gosto nada deles.

It doesn’t matter at all. Não importa mesmo.

I can’t sing at all. Eu definitivamente não sei cantar.

We won’t help her at all. Sem chance de nós ajudarmos ela.

The kids didn’t learn much at all. As crianças não aprenderam muito mesmo.

She wasn’t working at all and spent the afternoon with her friends. Ela não estava trabalhando de jeito nenhum e passou a tarde com os amigos dela.

She won’t accept it at all, no matter how much you try to convince her. Ela não vai aceitar isso de forma alguma, não importa o quanto você tente convencê-la.

We didn’t discourage her at all. We only tried to open her eyes. Nós não a desencorajamos nem um pouco. Nós só tentamos abrir os olhos dela.

They haven’t worked at all. Eles não trabalharam nem um pouco.

 

at-all-img2.jpg

 

Repararam que todas as frases que vimos até agora são negativas? Pois é, o at all é bem mais comum em frases negativas mesmo. Também o usamos bastante em combinações com any e no. Vejam algumas frases abaixo:

That doesn’t make any sense at all. Isso não faz sentido nenhum.

I have no money at all. Eu não tenho dinheiro nenhum.

Jack has no charisma at all. O Jack não tem carisma nenhum.

 

Uma coisa interessante sobre o at all é o fato de que ele pode ser tirado das frases sem prejudicar o sentido dela. Isso porque na verdade a função dele nas frases é dar mais ênfase ao que estamos dizendo. Vejam as frases na sequência:

I can’t sing. Eu não sei cantar.

I can’t sing at all. Eu definitivamente não sei cantar. 

That doesn’t make any sense. Isso não faz sentido.

That doesn’t make any sense at all. Isso não faz sentido nenhum.

 

Viram só como dá pra comunicar a ideia sem o at all? Mas com ele na frase, ela acaba ficando mais expressiva!

Podemos usar o at all para dizer coisas como (eu) não estou nem um pouco (cansada) ou (eu) não estou nada (cansada). Para esse tipo de frase, notem que podemos usar o at all tanto no meio quanto no final da frase:

I’m not at all convinced. = I’m not convinced at all. Eu não estou nem um pouco convencida.

I’m not at all tired. =  I’m not tired at all. Eu não estou nada cansada.

She’s not at all commited to the project. = She’s not commited to the project at all. Ela não está nem um pouco comprometida com o projeto.

He’s not at all interested in her. = He’s not interested in her at all. Ele não está nada interessado nela.

 

Um outro tipo de frase em que o at all também é comum são as perguntas. Nesse caso, as equivalências mudam em português. Vejam abaixo alguns exemplos e prestem atenção às equivalências atribuídas a ele:

Did you get it at all? Por acaso, você entendeu?

Are you at all thirsty? Por acaso, você está com sede?

Are you at all concerned there will be a protest today? Por acaso, você está preocupado que vai ter um protesto hoje?

Do you have any questions at all? Afinal de contas, você tem alguma pergunta?

Would you like any help at all? Por acaso, você gostaria de alguma ajuda?

What kind of teacher is he at all? Que tipo de professor ele é afinal de contas?

 

Pra finalizarmos, apesar de não ser muito comum em frases afirmativas, isso não quer dizer que at all não exista nessas frases. Ele pode ser usado sim, com o sentido de absolutamente. Observem dois exemplos abaixo:

They can do anything at all they want to. Eles podem fazer absolutamente qualquer coisa que eles quiserem.

You can find this new toy anywhere at all. Você consegue achar esse novo brinquedo em absolutamente todos os lugares.

 

That’s all for today, guys! Que tal agora tentarem colocar o at all em prática? Já viram que dá pra usar em bastante situações, né!?

Comentários